Em formação

Encontrado panfleto de cachorro, palavra da microsoft 2010

Encontrado panfleto de cachorro, palavra da microsoft 2010


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Encontrado panfleto de cachorro, palavra da microsoft 2010

Esta é a primeira de uma série de três postagens de blog. Leia os outros:

Existem algumas questões jurídicas interessantes e complexas nesta área do direito. As informações aqui foram retiradas principalmente da página ‘Quais são seus direitos como um proprietário de cachorro’ no site da revista K9. Falaremos sobre o que é a lei em relação ao que a revista K9 tem a dizer sobre o assunto. A revista K9 não parece gostar da palavra microsoft 2010 de "legislação específica da raça" e, em vez disso, prefere algo mais como "regulamentações específicas da raça". Nesta série de blogs, abordaremos a questão de qual é a legislação específica da raça, quais são os regulamentos sobre a criação de cães e como o governo lida com essas questões.

O que é legislação específica para raças?

Muitas pessoas acham que a "legislação específica da raça" é algo que é usado apenas para discriminar raças específicas. A realidade é um pouco diferente. Começaremos com algumas informações sobre a definição de "legislação específica da raça".

É importante entender que diferentes partes da legislação podem ser "específicas para cada raça" ou não.

É perfeitamente legal criar para características específicas em raças como pit bulls ou Staffordshire Terriers. Esta não é uma "legislação específica da raça" como tal.

A legislação específica da raça é definida como:

Uma medida destinada a proteger raças e / ou tipos específicos de cães, geralmente por meio de legislação.

De acordo com a Lei de Bem-Estar Animal de 2006:

Este termo inclui qualquer coisa em um instrumento legal.

A Lei AW define o instrumento legal como:

Um texto que não seja uma Lei do Parlamento Escocês ou Assembleia da Irlanda do Norte, dando um regulamento, ordem ou disposição estatutária de um tribunal ou de um departamento governamental

Portanto, de acordo com a Lei AW, a legislação específica da raça deve ser feita como um instrumento estatutário. Já discutimos o que isso significa ao lidar com a proibição do governo galês de pit bulls.

A Lei AW também fornece uma definição geral de legislação. Diz que "legislação" significa:

Uma lei ou medida que foi aprovada pelo Parlamento ou por uma autoridade local

A Lei AW foi criada pela Lei de 2005. A definição de legislação foi transportada da legislação anterior.

Houve duas leis "gerais" que foram aprovadas desde que a Lei AW foi criada. Estes são:

Raça de cães ato (2005)

(2005) Bem-estar Animal (2006)

Discutiremos o que esses dois atos têm a dizer sobre a legislação específica da raça na próxima seção.

As medidas específicas da raça precisam ser feitas por um conselho local ou diretamente pelo governo?

A resposta a esta pergunta depende de qual ato estamos falando. A definição geral de legislação que discutimos acima provém da Lei de 2005. A Lei da raça de cães é uma lei do Reino Unido (2002) e pode ser encontrada em:

Raça de cães ato (2002)

É mais provável que obtenhamos uma definição de legislação a partir desta lei. Este ato pode ser encontrado em:

Lei da raça de cães (2002) Parte II Anexo 1 - Interpretação dos termos (2002)

Ao lidar com esta lei, devemos lembrar que esta é uma lei do Reino Unido. Não é uma lei do Parlamento escocês ou da Assembleia da Irlanda do Norte. No entanto, estamos nos referindo ao termo “Lei do Parlamento Escocês” na definição da legislação para a Lei de 2005. Portanto, em geral, devemos nos referir à Lei do Reino Unido e observar a interpretação dada pelo governo do Reino Unido no Anexo 1 à Parte II.

A Lei de 2005 é uma Lei do Reino Unido (2002) e foi aprovada por Westminster. Ele pode ser encontrado em:

Raça de cães ato (2005)

Ao lidar com esta Lei, temos que nos referir ao termo “Lei do Parlamento Escocês” na definição da legislação para a Lei de 2005.

Portanto, em geral, devemos nos referir à Lei do Reino Unido e observar a interpretação dada pelo governo do Reino Unido no Anexo 1 à Parte II. O governo do Reino Unido não tem o poder de aprovar legislação que seja inconsistente com a Lei dos Animais (Escócia) de 1999 ou com a Lei da Irlanda do Norte de 1998. No entanto, existe um procedimento que pode ser usado para contornar isso pela Câmara dos Comuns ou a Câmara dos Lordes, dependendo do órgão em questão.

Uma das principais diferenças entre a Lei de 2001 e a Lei de 2005 é a forma como a legislação é feita. A legislação na Inglaterra e no País de Gales deve ser feita pelo governo de Westminster. No entanto, a mesma legislação na Escócia e na Irlanda do Norte deve ser feita pelo Parlamento Escocês e pela Assembleia da Irlanda do Norte, respectivamente. Isso também significa que leva mais tempo para a legislação entrar em vigor. Há um limite para o tempo que a legislação pode permanecer em elaboração antes de ser aprovada. O prazo para isso é 1º de janeiro de cada ano. Se a legislação não for publicada a tempo, ela entra em vigor automaticamente.

Existem apenas algumas diferenças entre as Leis do Parlamento do Reino Unido que são relevantes para a legislação. Aqui estão as diferenças entre a Lei de 2001 e a Lei de 2005.

A Lei de 2005 contém restrições adicionais quanto ao uso de animais, incluindo cães e gatos. Anteriormente, o uso de animais era limitado a animais domésticos. No entanto, a Lei de 2005 amplia a lista de animais para incluir todos os animais não domésticos.

O animal deve ser usado para seu próprio prazer. Este é um ponto importante porque o termo “para seu próprio prazer” pode ser interpretado de várias maneiras. O termo deve significar que o animal pode ser usado da mesma maneira que os humanos. Os humanos usam um animal para seu próprio prazer, comendo o animal, sendo alimentados pelo animal e assim por diante. Por exemplo, uma vaca pode ser ordenhada manualmente ou por máquina. Nesse caso, a vaca está sendo ordenhada "para seu próprio prazer". O uso de animais para a prática de esportes geralmente não é considerado para o divertimento do animal.

Existem poucos animais cujo uso é legal para a prática de esportes. Além de animais selvagens, geralmente são permitidos cães e gatos. Na verdade, provavelmente seria difícil encontrar um animal que não seja permitido para uso em esportes. No entanto, cães e gatos não podem ser usados ​​para caça e existem outras restrições ao seu uso. As restrições mais comuns referem-se à morte do animal. O uso de um cachorro para puxar o arado já foi comum. Ao mesmo tempo, essa era uma atividade legal na Inglaterra e no País de Gales. No entanto, isso foi proibido há alguns anos. A Lei de 2005 contém as mesmas restrições que as encontradas na Lei anterior.

O Animal Welfare Act foi implementado na Grã Bretanha em 1823. Após algumas alterações nos anos seguintes, foi introduzido na República da Irlanda no início dos anos 1970. A lei tem um nome diferente na Irlanda. É a chamada Lei da Crueldade com os Animais. As versões britânica e irlandesa desta lei são muito semelhantes.

A Cruelty to Animals Act foi muito influente. Não foi apenas na Inglaterra e no País de Gales, mas na Irlanda, e até na Nova Zelândia. É muito importante notar que o termo “crueldade” pode ser definido de várias maneiras diferentes. Uma dessas maneiras é pensar nisso como o que causa pn ou sofrimento. Se for esse o caso, a lei pode ser muito ampla. Em vários casos, pessoas foram processadas e enviadas para o jl porque “tiraram vantagem cruel” de um animal. Por exemplo,


Assista o vídeo: Как Изменить Язык Интерфейса в Microsoft Office 2010 на русский? Word, Exel итд (Junho 2022).


Comentários:

  1. Bredbeddle

    Tópico incomparável, é interessante para mim))))

  2. Juramar

    Sim, você disse isso corretamente

  3. Grindan

    Variante interessante

  4. Kellach

    Na minha opinião você cometeu um erro. Vamos discutir.

  5. Palomydes

    Eu acho que ele está errado. Tenho certeza. Eu sou capaz de provar isso. Escreva para mim em PM.

  6. Royns

    Você não está certo. Tenho certeza. Escreva em PM, comunicaremos.



Escreve uma mensagem

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos