Em formação

Cinto de segurança de carro para cães


Cinto de segurança de carro para cães e uso de cintos de segurança adequados

Seus sistemas de cintos de segurança têm a resistência e o posicionamento adequado para um cão? Você tem que conter o cão enquanto dirige um veículo?

Alguns estados têm leis adicionais que exigem o uso de cintos de segurança ou sistemas especiais de cintos de segurança quando um cão está viajando em um veículo. Verifique as leis do estado onde você reside.

Alguns problemas comuns com os sistemas de cintos de segurança para cães são os seguintes:

O cinto de segurança não está posicionado corretamente para o cão

O cinto de segurança não está ancorado na placa do piso

Cinto de segurança é muito curto para o cão

Quando o cinto de segurança é muito curto para o cão, eles podem ter dificuldades ao tentar colocá-lo sobre o cão, causando ferimentos na cabeça, pescoço, ombros, costas e cauda do cão.

A coleira do cachorro não é longa o suficiente

Se você não tiver espaço suficiente para um cão ser preso por uma coleira ao andar no veículo, é melhor ter seu cão preso pelo assento do veículo do que por uma coleira curta.

Se a coleira for muito curta, o cão poderá se arrastar pelo piso ou a guia ficará presa no mecanismo do veículo.

Se você não tiver espaço suficiente para seu cão ser preso por uma coleira, pode ser melhor mantê-lo preso por um cinto de segurança do veículo.

Nariz de cachorro bloqueando a guia ou cinto de segurança

Se você colocar o focinho do cão sobre a coleira ou cinto de segurança, ele pode bloquear a entrada de ar, fazendo com que o cão hiperventile.

O cão não consegue respirar normalmente e fica mais irritado e chateado. Isso pode levar a comportamentos perigosos, como estocar na entrada de ar.

Cinto de segurança para cães não projetado para cães

O cinto de segurança do cão deve ser projetado para cães e as alças devem ser projetadas para se encaixar corretamente em torno do peito do cão.

Se as tiras do cinto de segurança do cão não se encaixarem corretamente, pode resultar no peito do seu cão bater na fivela ou nas tiras.

Seu cão pode se sentir desconfortável, ansioso e até assustado, pois não consegue respirar.

Se você não sabe como colocar corretamente o cinto de segurança do seu cão, não use um cinto de segurança do cão.

O cinto de segurança do cão pode interferir com o cinto de segurança do cão

É comum que o cinto de segurança de uma criança interfira com o cinto de segurança de um cão.

Quando uma cadeira de segurança infantil é instalada corretamente no veículo, o cinto de segurança pode não se ajustar ao peito da criança devido ao tamanho menor do peito da criança.

Isso pode fazer com que o cinto de segurança para cães não se encaixe corretamente. Se o cinto de segurança para cães não estiver colocado corretamente, pode ocorrer o mesmo problema.

O cinto de segurança do seu cão deve ter alças de ombro e tórax.

Em caso de colisão, as correias devem manter o cão preso no assento até que o cinto de segurança seja retirado.

A maioria dos cães consegue colocar o cinto do lado direito, e você não terá que se preocupar com o cinto escorregando do peito do cão.

Embora o cinto de segurança do seu cão não seja um ajuste exato, ele não deve ser ajustado.

Seu cão deve ser contido na cadeirinha até que o cinto de segurança seja removido.

O cinto de segurança para cães se ajusta ao seu cão

Pode ser necessário ajustar o comprimento das alças do cinto de segurança do seu cão.

O comprimento das alças deve ser no peito do cão. Se o seu cão é pequeno, curto ou tem um peito maior, a cinta torácica do seu cão deve ser curta.

Você precisará ajustar o comprimento da faixa torácica, cortando-a.

Se você achar que o comprimento da alça é muito curto, você precisará puxar as pontas para torná-la mais longa.

Se você achar que o comprimento da alça é muito longo, será necessário cortá-la.

A faixa torácica deve ter uma extremidade presa ao clipe torácico.

Você precisará ter certeza de que a extremidade da alça não está muito frouxa. Isso pode deixar o seu cão muito para a frente no assento.

Teste de ajuste do cinto de segurança para cães

Inspecione a faixa torácica e certifique-se de que haja uma extremidade presa ao clipe torácico.

Verifique se a alça se ajusta perfeitamente ao peito do seu cão.

Certifique-se de que não há folga na correia.

Puxe a alça para se certificar de que a alça de ombro é muito curta ou muito longa.

Se a alça torácica se ajustar, verifique a alça de ombro.

A alça de ombro deve se acomodar confortavelmente em torno dos ombros do seu cão.

Se a alça de ombro for muito curta ou muito longa, você precisará apará-la ou ajustá-la para que se encaixe.

Teste de ajuste da alça de cabeça de cachorro

Certifique-se de que a alça de cabeça seja confortável.

Certifique-se de que não há folga na correia da cabeça.

Puxe a alça de cabeça para se certificar de que a alça de ombro é muito curta ou muito longa.

Se a alça de cabeça for muito curta ou muito longa, você precisará apará-la ou ajustá-la para que a alça se encaixe.

Ajuste do cinto de segurança para cães

Quando você colocar seu cão pela primeira vez na cadeirinha de segurança, teste primeiro a alça de ombro.

Ajuste a alça de ombro, se necessário, para se certificar de que ela seja confortável.

Depois de ajustar a alça de ombro, teste a alça de tórax para se certificar de que está bem ajustada.

Se o seu cão for grande, pode ser necessário alongar a faixa torácica. Se o seu cão for pequeno ou tiver um tórax maior, pode ser necessário encurtar a cinta torácica.

Verifique a posição do laço do arnês nas costas do seu cão.

Certifique-se de que não há folga no laço do arnês.

Certifique-se de que a alça de ombro seja confortável.

Ajuste a faixa torácica, se necessário, para se certificar de que está confortável.

Você deseja que o arnês do cão fique sobre os ombros, mas não tão apertado a ponto de cortar sua respiração.

Ajuste a faixa torácica, se necessário, para garantir que seja confortável.

Quando estiver pronto para levar seu cachorro para passear no carro, puxe a alça de ombro.

Puxe a alça e veja como ela vai se encaixar no pescoço do seu cachorro.

Se a alça de ombro se ajustar, você pode simplesmente puxar a alça de tórax para cima.

Se precisar puxar a alça de ombro para ajustá-la, verifique a alça de tórax.

Se a faixa torácica for muito longa, será necessário apará-la.

Se você tem um cachorro pequeno, sua melhor aposta é comprar um arnês com uma cinta torácica de adulto. A faixa torácica sairá da parte inferior do arnês. Este é o mesmo projeto usado nos bancos do passageiro dianteiro em veículos com cintos de segurança.

Se você tem um cachorro grande, pode precisar comprar um arnês com uma faixa torácica de estilo diferente que sai de cima. Isso permite que seu cão fique com a cabeça abaixo da correia e terá menos probabilidade de se torcer ou sufocar.

Lembre-se de comprar um arnês adequado à raça do seu cão. Por exemplo, um arnês do tamanho de um chihuahua vai caber em um chihuahua ou um pequinês.

Você encontrará arreios em uma variedade de tamanhos, desde cães pequenos que cabem em uma bolsa, até cães grandes que são maiores do que um labrador retriever.

Verifique as alças de ombro e tórax e certifique-se de que são confortáveis ​​e se ajustam ao seu cão.

Você quer que seu cachorro seja


Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos