Em formação

Gizmo, o cão robótico

Gizmo, o cão robótico


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Gizmo, o cão robótico

O cão robótico Gizmo é um cão robótico animado por computador criado por David D'Alessandro e desenvolvido pela Disney Research. Ele foi criado por D'Alessandro, que trabalhava na Disney Research na época, e Mark Dean, um cientista pesquisador da Disney Research. Ele apareceu nos filmes Toy Story 3 e Cars 2, e em comerciais da The Walt Disney Company.

D'Alessandro se inspirou para criar o Gizmo porque gostou de como os robôs são inteligentes e ágeis. A Disney estava procurando criar personagens robóticos mais envolventes e sentiu que Gizmo seria um personagem ideal. O Gizmo foi projetado para ser um "cachorro", mas também pode atuar como um robô e realizar algumas tarefas básicas. O Gizmo foi feito para ser fácil de usar e de programar, para que as crianças possam criar seus próprios jogos com o Gizmo.

O Gizmo foi projetado para ajudar as crianças a aprender sobre programação e como os robôs funcionam. A Disney Research usa o Gizmo em sua pesquisa para testar como as crianças reagem aos robôs.

Criação

Gizmo foi projetado por D'Alessandro e Mark Dean da Disney Research. D'Alessandro e Dean estavam trabalhando em outro robô, um robô menor chamado Rex, e criaram o Gizmo como um meio de testar suas habilidades de programação. O design do Gizmo foi inspirado em um cachorro e projetado para ser capaz de correr e brincar como um cachorro. Os robôs da Disney Research foram inspirados no Toy Story da Disney, lançado em 1999. D'Alessandro afirmou que gostou da forma como os robôs de Toy Story foram projetados e queria criar um cão inteligente que se comportasse como um cão.

Em uma entrevista de 2008, D'Alessandro explicou que o primeiro robô que ele criou na Disney foi o Rex. Ele criou o Rex quando estava estudando robótica na University of South Florida e enquanto trabalhava na Disney Research. Gizmo foi baseado em Rex e criado como um sucessor de Rex. Ele desenvolveu o conceito de usar um robô humanóide e criar um programa onde o robô poderia executar algumas funções básicas. Ao desenvolver o Gizmo, D'Alessandro queria projetar um robô que ajudasse as crianças a aprender sobre programação.

D'Alessandro trabalhou com vários artistas para projetar o Gizmo e se inspirou em cães reais em seu projeto. O design do cachorro foi feito para refletir que ele podia correr e brincar como um cachorro. D'Alessandro desenhou o visual do pelo do Gizmo baseado na aparência do pelo de um cachorro e decidiu por um rosto do tipo "desenho animado" para o Gizmo. D'Alessandro trabalhou com um designer para projetar o visual do rosto e usou o rosto para criar o design final do personagem.

Em 2002, D'Alessandro e Dean colaboraram com a empresa de animação por computador Pixar e criaram o Gizmo como parte de um projeto com a Disney Research e Pixar. D'Alessandro criou o Gizmo e desenvolveu o software para controlar o Gizmo, enquanto Dean ajudou a desenvolver o software para o Gizmo. Dean sentiu que o Gizmo teria alguns problemas para correr e pular, e criou o software para tornar o Gizmo capaz de correr e pular com mais facilidade. O Gizmo pode se mover em quatro direções, e o software usa isso para criar seu movimento. O software é projetado para fazer o Gizmo se mover como um cachorro, para que o personagem possa ser facilmente controlado. Para criar o Gizmo, Dean usou um algoritmo para criar um movimento que permitiria que o Gizmo se movesse em um estilo "cachorrinho". O Gizmo foi projetado para ter a personalidade de um cachorro, para que ele pudesse realizar truques e realizar algumas tarefas básicas. Dean programou Gizmo para "sentar", "rolar" e "deitar". Gizmo também pode ser programado para pular, mas só pode pular se estiver com o corpo voltado para a câmera. Ele pode ser programado para seguir os movimentos da pessoa que o controla. D'Alessandro programou Gizmo para poder seguir a pessoa que o controla. D'Alessandro estava envolvido na animação do Gizmo, mas não fez a animação do Gizmo, pois sentiu que a animação da equipe de animação já era boa. O Gizmo foi projetado para se parecer com um cachorro, mas recebeu um estilo de "desenho animado" para ajudá-lo a se mover com mais facilidade.

O Gizmo foi criado como um teste para ver se as crianças gostariam de ter um cão robótico. D'Alessandro estava interessado em como as crianças reagiriam ao personagem. D'Alessandro também disse que o personagem tem uma "cara humanóide" e "se sente como uma pessoa". Ele acredita que a combinação do rosto "cartoonista" e a capacidade de agir como uma pessoa permite que ele seja mais envolvente do que um personagem robótico tradicional.

Voz

A voz de Gizmo foi fornecida por Kevin Manthei. Manthei foi convidado pela Disney para trabalhar com Gizmo, e recebeu a tarefa de trabalhar na voz do personagem. Disney pediu a Manthei para gravar a voz de Gizmo, pois ele achava que um robô deveria falar. D'Alessandro acreditava que o Gizmo foi feito para se parecer com um cachorro e foi projetado para agir como uma pessoa, então ele sentiu que a voz do Gizmo deveria soar como uma pessoa, para que ele pudesse brincar e agir como uma pessoa. Disney e Manthei queriam criar uma voz que soasse como a de um cachorro, para que as crianças gostassem do personagem. D'Alessandro projetou o Gizmo para ser capaz de dizer comandos básicos, e Manthei foi instruído a usar um sotaque americano para fazer o personagem soar mais como uma pessoa.

Personagem

O Gizmo foi projetado para se parecer com um cachorro, mas também pode realizar tarefas básicas. D'Alessandro sentiu que o robô seria um robô fácil de usar. D'Alessandro e Disney queriam criar robôs que as crianças pudessem programar. D'Alessandro projetou o Gizmo para torná-lo mais fácil para as crianças programarem e para ter a personalidade de um cachorro.

D'Alessandro e Dean criaram o Gizmo


Assista o vídeo: SK850586 - Cão Robô Inteligente Programável Acrobata Som Música Voz (Junho 2022).


Comentários:

  1. Patricio

    Aparentemente, não destino.

  2. Kijar

    I think you are not right. Write to me in PM, we will discuss.

  3. Thaxter

    Eu acho que você está errado. Eu posso defender minha posição. Envie -me um email para PM, vamos conversar.

  4. Tonda

    Depois do meu, é o assunto muito interessante. Eu ofereço você para discutir aqui ou em PM.

  5. Voshicage

    Eu imploro seu perdão que interveio ... para mim uma situação semelhante. Convido para a discussão.

  6. Sargent

    A tua frase é incomparável... :)



Escreve uma mensagem

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos