Em formação

Cachorro vê deus script pdf


Eu tenho tido o mesmo problema. Os cães podem sentir o mal e o pecado. Um exemplo é mostrado em Apocalipse 18: 5-6, onde Jesus é descrito como sendo um cão e pulgas. Os cães podem sentir o pecado; as pulgas podem e picam e penetram no sangue de seus hospedeiros. Quando isso acontece, as pulgas são consideradas inimigas de Deus porque estão tentando receber o que merecem. Um hospedeiro pode ser um animal físico real ou pode ser uma pessoa. Eles podem ver e ouvir, mas não podem tocar uma pessoa ou sua alma, mas podem tocar seu corpo e alma.

Se uma pessoa sente que alguém roubou sua alma, então ela deve ser avisada para recuperar sua alma perdida. Não perdi minha alma, mas fui "levado" pelo inimigo ou, em alguns casos, pela própria consciência. Houve momentos em que me perguntei se havia perdido minha alma, quando parecia que alguém havia levado minha alma; Eu então tive que pedir ao Senhor para curar minha alma e me devolver minha alma perdida. Minha alma perdida foi "levada" porque eu sentia que alguém estava tentando controlar minha mente e tirar meu livre arbítrio de mim, então eu tive que pedir ajuda ao Senhor.

Não recomendo ver nenhum dos vídeos do site do Dr. Paul David Tripp descritos no link abaixo, mas vale a pena dar uma olhada em seus livros:

Eu também acrescentaria que o livro de 1 Coríntios 5 diz que devemos manter nossas mentes em Cristo tanto quanto possível e nos concentrar nEle. Isso nos permitirá andar em Sua vontade e em Seus caminhos e não ser desviados do caminho.

“Tirai, pois, os vossos pecados. Quem tem esta esperança nele se purifica” 1 João 3: 3

Ele também menciona que os demônios odeiam Jesus porque Ele é o Filho de Deus e eles são inimigos de Deus. Ele os chama de mundo, e eles procuram nos fazer odiar nossos inimigos, e podemos odiá-los se eles nos odeiam, mas não devemos odiá-los sem justificativa.

"Porque pela graça fostes salvos, por meio da fé, e não de vós; é dom de Deus, não das obras, para que ninguém se glorie. Pois nós somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, que Deus preparou de antemão para que possamos andar nelas "Efésios 2: 8-10

Espero que isso tenha sido útil.

~*~

“Sê sóbrio, fica alerta. O teu adversário, o diabo, anda por aí como leão que ruge, procurando alguém para devorar. Mas resiste-lhe, firme na tua fé” 1 Pedro 5: 8-9

~*~

Eu adoraria saber o que você pensa sobre isso. Tenho certeza de que esse é um problema com o qual muitos de vocês têm lutado. Por favor, deixe-me saber o que você pensa.

Quarta-feira, 17 de maio de 2010

(Este é apenas um exemplo de um dos meus versículos favoritos da Bíblia. Este é apenas um pensamento aleatório que me ocorreu enquanto observava o nascer do sol. Espero que isso abençoe você também.)

Senhor, às vezes acordo no meio da noite e me pergunto se meus sonhos foram inspirados. Senhor, penso nas coisas que quero fazer, mas antes de ter tempo para me levantar e fazê-las, estou no meio de outro sonho ou pensamento. Mas, Senhor, posso dizer que há algo especial sobre esses momentos em minha vida quando estou acordado e fui abençoado. Esse sonho parecia tão importante na minha vida. Eu nunca tinha realmente pensado nisso antes, mas parecia que o que eu sonhei se tornaria uma realidade. Agora que sou mãe, tenho muito mais respeito pelos sonhos que vêm de Deus, pelos momentos que devem acontecer, pelas mensagens do coração. Se realmente estamos sonhando com Deus, então estamos vivendo nossos sonhos com ele. Quando estamos sonhando com Deus, não é realmente um sonho. O sonho era real no sentido de que os sonhos vêm de Deus. É por isso que são tão importantes. É por isso que devemos valorizá-los. Deixe Deus nos guiar através de nossos sonhos. Senhor, nunca nos esqueçamos de acordar e viver na realidade, porque o sonho de Deus para nós é verdadeiro e real, mas não pode ser realizado sem viver na realidade. Se ficarmos acordados na realidade, nossos sonhos se tornarão realidade. Se ficarmos no mundo real e sonharmos, estaremos vivendo nossos sonhos e vivendo os sonhos que Deus nos deu.

Segunda-feira, 8 de maio de 2010

Isso é algo sobre o qual me sinto compelido a escrever por causa de minhas próprias lutas nessa área. Tenho lido muitos blogs ultimamente e uma coisa que percebi é que as mulheres são muito abertas sobre suas lutas. Eu vejo tantas mulheres lutando para ter filhos e tentando sobreviver, e eu posso entender tudo isso, mas por que não estamos sendo mais honestas sobre as lutas que estamos passando como mães? Dizemos a nós mesmos que estamos fazendo isso em todos os aspectos de nossa vida, mas ainda há muitas mães que podem se identificar comigo. Podemos ter nossos próprios problemas, mas também existem problemas com os quais muitas outras mães estão lutando. Podemos ter nossas próprias preocupações, mas sabemos o que outras mães estão passando nesta situação, ou pelos problemas daquela mãe. Podemos pensar que estamos acima das outras mães, mas não estamos. Temos que ser honestos e abertos uns com os outros. Acho que se tivéssemos mais mães que contassem a verdade, isso realmente ajudaria uma à outra. Muitas mulheres, por qualquer motivo, escondem suas lutas. Muitas mães que conheço não querem que outras mulheres saibam que elas têm os mesmos problemas que elas. Pode ser medo de ser julgado ou eles podem sentir que não estão conseguindo e não querem se sentir assim. Realmente não é saudável fingir que você está acima de todo mundo. Eu conheço muitas mães que são como eu. Não queremos admitir que não temos tudo juntos, mas estamos todos tentando fazer o nosso melhor. Muitas mulheres sentem que estão bem, mas há muitas mães que estão lutando na mesma situação. Podemos ajudar uns aos outros. Podemos encorajar uns aos outros. Podemos compartilhar as lutas e saber que não estamos sozinhos. Não devemos tentar julgar uns aos outros. Às vezes é bom ser honesto. Há mulheres que se identificam mais comigo do que com meu marido, mas sempre quis compartilhar meus problemas com ele. É apenas uma daquelas coisas com que tentamos lidar sozinhos. Estou sempre lá para conversar e ajudá-lo nas coisas, mas sempre acho que isso é uma luta de mãe. Temos que ser melhores juntos. "(Marido, 32 anos)"

### Ajudando a melhorar a vida de outras crianças {# Sec13}

As mães também discutiram o valor de educar outras crianças, muitas vezes nas escolas. Alguns achavam que cabia a outros pais educar seus filhos. "Eu acho que depende de como você encara as coisas. Você tem que decidir se é sua responsabilidade ou se é responsabilidade deles. Eles têm que ensinar seus filhos em casa. Eu conheço muitos pais, nós não fazemos nada por eles. crianças. Acho que é toda nossa responsabilidade. Temos que dizer a eles como comer, como andar, como falar. Sei que não sou perfeita, mas meus filhos sabem como viver neste mundo. Eu sou certeza de que outros pais estão na mesma situação que eu


Assista o vídeo: CLARICE FALCÃO - EIGHTH FLOOR (Janeiro 2022).

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos