Comentários

Torção no estômago: é assim que o veterinário o trata


Uma reviravolta no estômago precisa ser tratada dentro de algumas horas para o seu cão sobreviver. O veterinário geralmente não tem outra opção senão abrir a barriga do animal e trazer o estômago de volta à posição correta. Cuidados posteriores também são extremamente importantes. O cão geralmente precisa ser operado quando o estômago está revirado - Imagem: Shutterstock / Robert Hoetink

Quando o estômago do cão gira em torno de seu eixo, a entrada e a saída do órgão são fechadas para que os gases não possam mais escapar. Seu cão não pode vomitar nem excretar fezes. Para evitar que o estômago fique inchado e morra por falta de oxigênio, você precisa ir a uma clínica veterinária o mais rápido possível e informá-los com antecedência para que a operação possa ser preparada.

A cirurgia é dificilmente evitável quando o estômago está virado

O veterinário primeiro estabilizará a circulação do seu cão até que a anestesia seja possível. O animal recebe uma infusão. O médico tenta degasar o estômago com uma seringa especial. Ele perfura a parede abdominal com a agulha, criando uma abertura através da qual os gases reprimidos podem escapar.

Para que o estômago volte à sua posição original, o amigo de quatro patas quase sempre deve ser operado. Se partes do estômago ou do baço já foram danificadas por má circulação, o médico removerá partes deles. Ele então enxágua o estômago várias vezes para esvaziá-lo completamente. Também pode ser possível costurar o estômago na parede abdominal para impedir uma maior rotação do estômago.

Os próximos dias são críticos

Se o órgão digestivo puder ser salvo e o cão sobreviver - a taxa de mortalidade é de até 30% -, o amigo de quatro patas precisa sobreviver mais dias e horas críticos. O veterinário irá mantê-lo na clínica ou clínica e dar-lhe infusões. Devido à falta de circulação sanguínea, acredita-se que as toxinas entraram na corrente sanguínea através da parede do estômago e podem danificar outros órgãos. Existe o risco de coágulos sanguíneos, insuficiência renal e batimentos cardíacos irregulares. A observação constante de um especialista é, portanto, extremamente importante.

Rotação do estômago em cães: uma emergência perigosa

A rotação gástrica é uma das emergências mais comuns em cães. Ocorre principalmente em grandes ...


Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos