Em formação

Por que um cachorro lambe e morde os pés


Quando os pés do seu amigo se tornarem sua última obsessão e, aham, brinquedos para roer, é hora de consultar o seu veterinário. Pode ser um sinal de problemas médicos latentes, mesmo que seus pés pareçam perfeitamente normais.

Grooming versus auto-mutilação

Embora os cães não sejam catadores consumados como os gatos, eles limparão os pés e a parte inferior das pernas como parte de sua rotina típica de higiene. Eles também têm tendência a lamber as sobras saborosas de suas patas; resíduos de guloseimas para mastigar ou de um pouco do jantar costumam ser engolidos alegremente. A automutilação ocorre quando o comportamento de lamber se torna obsessivo. Cães que se automutilam lambem e se mastigam crus, até mesmo até os ossos em alguns casos.

Corpos estrangeiros

Corpos estranhos como espinhos, rebarbas de adesivos e até mesmo pequenas pedras podem se prender entre os dedos do pé do seu cão, causando dor e uma resposta de mordida e lambida Verifique se há objetos estranhos primeiro se notar que seu filhote está perseguindo os pés, especialmente quando está fora. Você pode remover o corpo estranho e aliviar seu sofrimento em poucos segundos.

Alergias

A doença alérgica cutânea é uma das razões mais comuns pelas quais os cães lambem e mordem os pés. Fatores ambientais, como pólen, mofo e poeira, são culpados comuns. As alergias alimentares também podem causar coceira e desconforto nos pés e nas pernas. Normalmente, vermelhidão, erupção na pele, urticária e vergões também são encontrados no rosto e na barriga do cão quando há alergias. A remoção do alérgeno juntamente com anti-histamínicos e terapia imunossupressora são tratamentos comuns.

Pulgas e carrapatos

A reação natural do seu cão a uma picada de pulga é morder de volta. Se ele tem uma série de pulgas e carrapatos mordendo e irritando seus pés, é natural que seu próprio mecanismo de defesa exacerbe o problema. Compre um preventivo mensal contra pulgas e carrapatos com seu veterinário e fique atento quanto ao seu uso, mesmo nos meses frios de inverno.

Ferimentos

Lesões nas articulações, nas unhas, cortes, hematomas e ligamentos rompidos podem fazer com que seu cão lamba os pés na tentativa de aliviar a dor. Lambendo e mastigando acompanhados de claudicação e inchaço da área lesada são sinais indicadores de trauma. Um exame veterinário e possíveis radiografias são necessários para diagnosticar e tratar definitivamente a lesão.

Doença sistêmica

Alguns casos de lambidas e mastigações excessivas não apresentam quaisquer pistas físicas perceptíveis. Nesses casos, o veterinário pode realizar análises de sangue e outros testes de diagnóstico para causas sistêmicas do desconforto do animal, como tumores cancerígenos e hipotireoidismo.

Gestão

Em primeiro lugar, marque uma consulta com seu amigo para ver o veterinário assim que notar um comportamento excessivo de higiene. Seu veterinário trabalhará para diagnosticar e tratar a causa subjacente de seu sofrimento. Em alguns casos, um cão continuará a lamber comportamento anormal mesmo após a causa ter sido tratada. É como se o problema não comportamental desencadeasse uma resposta agradável e calmante para o seu filhote. De acordo com a ASPCA, golden retrievers, Doberman pinschers e Labrador retrievers são os mais propensos a se envolver neste tipo de comportamento compulsivo. Neste ponto, você precisará consultar seu veterinário ou um comportamentalista canino licenciado para ajudar seu filhote a redirecionar esse comportamento obsessivo.

Referências


Assista o vídeo: Como Compreender seu Cachorro (Janeiro 2022).

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos