Em formação

O que preciso saber sobre Pit Bull Terriers


A controvérsia sobre seu passado de luta envolve o pit bull, embora ele continue a ser um animal de estimação popular. É importante aprender todos os fatos possíveis antes de trazer para casa um pit bull terrier. Entenda a história da raça, o temperamento e os requisitos de cuidados para garantir que você possa fornecer a ele um lar amoroso e eterno.

Definindo o recorde direto

Pit bull não é uma classificação de nenhuma raça específica. É um termo utilizado para designar raças “valentões” com características semelhantes, aplicado ao Boston terrier, boxer, cane corso, mastiff e até cães mestiços. Embora pit bull não se refira a uma determinada raça, as informações discutidas aqui se concentram no pit bull terrier americano, mesmo quando usado o termo pit bull. Além disso, ao contrário da crença popular, não é da natureza do pit bull "girar uma alavanca" e atacar aleatoriamente. Esses cães costumam ser vítimas de donos negligentes. A criação irresponsável e o treinamento deficiente só aumentam a má reputação com que os pit bulls, mesmo aqueles que nunca lutaram, são rotulados.

História do Pit Bull Terrier

O pit bull terrier é originário da Inglaterra onde, como cão de trabalho da família, foi criado para controlar o gado em fazendas e caçar porcos selvagens, ursos e animais selvagens. A raça foi usada para lutas com touros até ser proibida em 1800. Isso levou à popularidade das lutas de cães. O pit bull também se tornou um cão de guarda preferido, embora a natureza confiante e amigável da raça os torne inadequados para essa função. Hoje, os objetivos mais positivos para o pit bull incluem busca e resgate, detecção de drogas e bombas e trabalho de terapia. O pit bull terrier americano é reconhecido pelo United Kennel Club, mas não pelo American Kennel Club.

Aparência e personalidade

O pit bull terrier americano tem de 17 a 19 polegadas de altura no ombro e pesa de 50 a 60 libras musculares. Com criação e cuidados adequados, seu pit bull viverá de 12 a 15 anos. Um cão inteligente, leal e amoroso, o pit bull é voltado para as pessoas e quer agradar. Sua energia e capacidade atlética fazem dele um bom companheiro de corrida. A compatibilidade com outros animais de estimação e crianças, entretanto, depende do indivíduo. Pit bulls resgatados podem ser melhores como o único animal de estimação em uma casa sem filhos pequenos. De acordo com a American Temperament Test Society, que testa aspectos do temperamento de uma raça da agressividade à estabilidade e instintos de proteção, uma porcentagem maior de pit bull terriers americanos passa em um teste de temperamento do que o beagle, border collie, pastor alemão, schnauzer gigante, retriever dourado Dogue alemão ou poodle.

Questões de saúde e criação responsável

Existem certos problemas de saúde que o pit bull terrier americano pode herdar, desde alergias ao câncer. Portanto, qualquer criador do qual você deseja adotar deve ser capaz de fornecer uma certificação documentada quanto à saúde dos cães pais. Por exemplo, a documentação da Fundação Ortopédica para Animais ou da Universidade da Pensilvânia pode mostrar que os pais do filhote não têm displasia de quadril. A Fundação Ortopédica para Animais pode certificar que os cães estão livres de degeneração cerebelar, bem como de doenças da tireóide e do coração. Pedir um certificado de saúde elimina criadores irresponsáveis. Mesmo com a documentação, faça com que seu novo animal de estimação seja examinado e vacinado por um veterinário.

Requisitos de cuidados

O cabelo curto do pit bull terrier facilita a limpeza. Simplesmente escove o pêlo algumas vezes por semana e dê banho no cão todo mês ou quando necessário. Limpe as orelhas com uma bola de algodão e um limpador de orelhas suave. Não se esqueça de escovar os dentes com freqüência e aparar as unhas mensalmente. Cavar e mastigar é comum nas raças de terrier, então você precisará fornecer brinquedos para mastigar e guardar tudo o que você não quer mastigar. Como qualquer outro cão, o pit bull terrier precisa de socialização, treinamento adequado, exercícios físicos e estímulo mental para prosperar, e não deve ser deixado sozinho em casa por longos períodos de tempo ou mantido ao ar livre. Você ainda precisará manter o controle sobre seu pit bull, controlando-o quando estiver fora. É melhor se você estiver confiante, experiente com cães maiores e entendendo a raça, criar um pit bull terrier bem comportado.

Referências

Recursos


Assista o vídeo: Crescimento de American Pit Bull Terrier até seus 7 meses, Luck (Outubro 2021).

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos