Em formação

O que é nocardiose em cães?


Enquanto a maioria das bactérias onipresentes são inofensivas, alguns patógenos se escondem na multidão, capazes de causar doenças graves em seu cão. Embora a doença possa ser muito séria, os veterinários podem tratá-la com sucesso por meio do uso de técnicas cirúrgicas e regimes antibióticos agressivos.

O organismo infeccioso e a transmissão

Nocardia é um grupo de bactérias que vive no solo e na grama em todo o mundo. Eles normalmente subsistem de matéria orgânica em decomposição, mas, se inalados ou ingeridos, podem causar infecções em animais. Chamada de norcardiose, a infecção também pode entrar por feridas abertas na pele do seu cão. Os cientistas descreveram aproximadamente 70 espécies do gênero Nocardia, incluindo 30 que infectam animais. Felizmente, a nocardiose não é contagiosa e não se espalhará para outros animais de estimação que você possa ter.

Formas da doença

A nocardiose ocorre em três formas diferentes. A forma subcutânea da infecção ocorre sob a pele - geralmente do lado do seu cão - e é a forma mais fácil de detectar e tratar. Outras vezes, os cães podem desenvolver a infecção no abdômen, quando é chamada de nocardiose abdominal. Esta forma geralmente causa a formação de um abcesso interno entre a caixa torácica e os ossos do quadril do cão. Essa forma é muito dolorosa, pois o abscesso se enche de líquido e drena repetidamente. Normalmente, esses abscessos formam dutos que drenam para fora do corpo, permitindo um acesso e tratamento mais fáceis. Os veterinários referem-se à terceira forma da doença, que atinge a cavidade torácica, como a nocardiose torácica. Infelizmente, a nocardiose torácica apresenta sintomas vagos, muitas vezes passam despercebidos e é a forma mais mortal da doença.

Sinais e sintomas

Um dos aspectos mais frustrantes da nocardiose é que os sintomas costumam ser vagos. Os veterinários listam a falta de ar, letargia, emagrecimento, febre e diminuição do desempenho atlético como sintomas da doença. Além disso, a presença de feridas que não cicatrizam pode indicar nocardiose subcutânea. Esta doença pode ser muito dolorosa para seu amigo peludo, portanto, procure atendimento veterinário imediatamente se você suspeitar que seu cão pode ter contraído a bactéria. Infelizmente, uma vez que os sintomas são aparentes, o tratamento bem-sucedido pode não ser mais possível para algumas formas da doença.

Tratamento e Medicação

Se o seu cão contrair nocardiose, o veterinário irá prescrever uma estratégia de tratamento adaptada à forma e localização específicas da doença. Em praticamente todos os casos, seu veterinário irá prescrever um tratamento de longo prazo com antibióticos para ajudar seu cão a superar a infecção bacteriana. Se o seu cão tem um abscesso que está drenando para a cavidade do corpo, hospitalização e cirurgia podem ser necessárias para prevenir a desidratação. A doença afeta principalmente cães com menos de 3 anos de idade, o que pode refletir uma imunidade adquirida em cães mais velhos. Alguns veterinários consideram essa evidência de que uma vacina eficaz é uma possibilidade.


Assista o vídeo: sulfas combinadas (Outubro 2021).

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos