Em formação

A melhor ração para cães pequenos


A dieta afeta a boa saúde e o bem-estar. Comemos muito, muito ricos, muito pesados. É importante para nós e para nossos pequenos amigos caninos.

Necessidades Nutricionais

Se for vida, existem algumas certezas. Quando o sino do jantar tocar, seu cachorrinho aparecerá em sua tigela de comida, abanando a etiqueta, pronto para se deliciar. Os cães pequenos têm necessidades dietéticas específicas e, quando você considera que ele pode viver o suficiente para ser considerado um adolescente na idade humana, sua tigela deve conter a comida certa para mantê-lo saudável na idade de dois dígitos. De acordo com a Dra. Jennifer Coates, cães de raças pequenas requerem alimentos com alto teor calórico para atender às necessidades de sua taxa metabólica mais elevada. Um cão pequeno requer 40 calorias por quilo de peso corporal, enquanto um cão de raça maior requer muito menos.

Ingredientes

Todos os cães, independentemente do tamanho e raça, têm necessidades dietéticas básicas. A comida do seu cão deve conter proteínas, grãos e carboidratos, vitaminas e minerais, ácidos graxos, que auxiliam na absorção de vitaminas, e água. Leia os ingredientes. Quanto mais abaixo na lista estiver a proteína, menor será a quantidade de proteína na comida do cão. A lei federal exige que cada fabricante de ração para cães liste os ingredientes na ordem em que são mais prevalentes. Um alimento para animais de estimação feito especificamente para cães de raças pequenas, com o equilíbrio certo desses ingredientes mais importantes, é um bom lugar para começar.

Descobrindo o que funciona

A menos que seu filhinho tenha saído do útero da mãe, provavelmente ele já está comendo comida de cachorro há algum tempo. Se você adotou de um abrigo, resgate ou de alguém que você conhece, pergunte sobre a comida que ele está comendo. Se o pêlo do seu cãozinho tem uma boa aparência e as quebras do penico produzem resultados normais, o que ele está comendo pode estar funcionando bem para ele. A maioria dos cães pode tolerar uma mudança na comida de cachorro, e alternar a comida do seu cão a cada três ou quatro meses pode ser uma boa ideia, mas alimentar a mesma comida quando ele é adotado pela primeira vez pode ser a escolha certa inicialmente.

Alergias a comida

Mais de 10 por cento de todas as alergias observadas em cães são alergias alimentares. Uma mudança de comportamento, como coceira ou gases excessivos, pode significar que seu cão é alérgico a algo em sua tigela, e descobrir o que é isso significará muita tentativa e erro. Alguns dos alérgenos mais comuns incluem trigo e ovos e proteínas como carne bovina, frango e porco. Uma dieta crua pode facilitar a eliminação do que está incomodando seu cão, mas alimentá-lo com alimentos crus pode ser difícil. É imprescindível seguir as instruções de uma dieta crua até o último ingrediente, para ter certeza de que seu cão está obtendo o equilíbrio necessário e as vitaminas de que seu corpo necessita.

Pergunte ao veterinário

Seu melhor amigo canino, independentemente do tamanho e da raça, deve ser visto por um veterinário imediatamente se seu comportamento mudar. Não há ninguém mais altamente qualificado para determinar o que é melhor para as necessidades dietéticas de seu cão pequeno. O mar de opções de alimentos é vasto, e qual comida escolher não é uma questão de marca, quão grande e popular a empresa é, ou mesmo as análises de produtos. Os fabricantes de rações para cães produzem bilhões de libras, mas nenhum alimento específico é o melhor para uma raça pequena. Seu cão é um indivíduo e determinar exatamente o que ele precisa comer para estar no seu melhor é tão importante quanto o precioso tempo que você passa ao seu lado.


Assista o vídeo: Qual ração devo dar para o meu cachorro!? Ju Almeida Pet (Outubro 2021).

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos