Em formação

Como prever se um filhote se tornará um mordedor


Até que você tenha uma bola de cristal, prever com segurança se seu filhote se transformará em um pequeno crocodilo forrado de pele permanecerá um ponto de interrogação. Considere, porém, que reconhecer vários fatores contribuintes pode ser muito útil quando se trata de impedir que seu filhote se junte à liga dos pequenos tubarões terrestres.

Mau Práticas de Criação

O fato de Rover se tornar um mordedor pode depender de sua composição genética. Alguns cães são geneticamente predispostos a serem medrosos e facilmente estressados, o que pode aumentar as chances de morder. Práticas de criação inadequadas, onde os cães podem se reproduzir independentemente do temperamento ruim, podem levar a ninhadas de filhotes problemáticos. É melhor procurar o código de criadores de ética cujo objetivo primordial é melhorar a raça e criar exemplares exclusivamente saudáveis ​​com temperamentos excelentes.

Falta de lições para companheiros de ninhada

Mesmo que um filhote seja geneticamente conectado da maneira correta e tenha pais de temperamento sadio, as experiências de vida ainda podem ter grande influência em futuros comportamentos de morder. Em uma situação ideal, os filhotes aprendem a inibição adequada da mordida em suas interações com seus irmãos de ninhada e a mãe. Filhotes órfãos ou únicos, junto com filhotes removidos de suas ninhadas muito cedo, perdem essas importantes lições de vida com o resultado final de desenvolver potencialmente uma mordida dura e uma baixa tolerância à frustração.

Sem educação continuada

As aulas de inibição de mordida não se limitam a filhotes que se misturam na ninhada. Os donos de cães devem ser diligentes em continuar ensinando o filhote a desenvolver uma boca macia. Dessa forma, se no futuro o filhote morder, ao desenvolver mandíbulas mais fortes, ele saberá como controlar a pressão de sua boca. Uma boa inibição de mordidas pode realmente fazer a diferença entre mal sentir os dentes na pele e uma viagem assustadora ao pronto-socorro mais próximo.

Educação Imprópria

A maneira como um filhote é criado também pode ter um impacto em seus futuros comportamentos de morder. A socialização é muito importante para que os filhotes possam aprender que o mundo é um lugar seguro e feliz, onde há menos razão para agir na defensiva. Os cientistas comportamentais acreditam que o momento mais crucial para a socialização ocorrer é entre as 4 e 14 semanas de idade. Filhotes mal socializados, como os resgatados de fábricas de filhotes e situações de colecionadores, têm maior probabilidade de ter medo de qualquer coisa nova, o que os torna fortes candidatos à agressão relacionada ao medo.

Falta de treino

A predisposição de um filhote para morder é geralmente uma combinação de genes e experiências aprendidas. Embora você não possa prever completamente as mordidas futuras, muitas vezes você pode "cortar" possíveis comportamentos problemáticos pela raiz, se procurar ajuda o quanto antes. Se o seu cachorro começar a pensar que você é a representação humana de um brinquedo de puxão, consulte um treinador experiente ou consultor de comportamento que possa lhe mostrar maneiras eficazes de conter as mordidas. Freqüentemente, tudo o que os filhotes precisam é de um pouco de orientação gentil e algum redirecionamento.

Referências

Recursos


Assista o vídeo: Brinquedo para filhotes - Faça você mesmo (Dezembro 2021).

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos