Em formação

Como ressocializar um cão após um ataque


Um ataque de outro cão pode traumatizar um vira-lata previamente socializado, deixando-o com medo ou até mesmo agressivo perto de cães. Use técnicas de reforço positivo, dessensibilização e contra-condicionamento para mostrar a seu filhote que seus companheiros caninos não são nada a temer, mas sim amigos em potencial cuja presença resulta em recompensas.

Cães à distância

Comece seu filhote com uma versão fraca e não ameaçadora do que ele teme, ou seja, outros cães, recomenda a Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade com Animais. Toque alguns latidos para ele ou mostre-lhe cães na televisão e dê-lhe guloseimas sempre que ouvir ou vir outros caninos. Faça com que um amigo, com um cão amigável, passeie por ele à distância, enquanto os dois estão na coleira. Cada vez que o cachorro passar, trate-o e fale com ele em tom alegre. Quando o cão for embora, pare com as guloseimas e conversa alegre. Em breve Fido aprenderá que a presença de outro cão é algo positivo.

De perto e pessoal

Assim que seu filhote não se incomodar mais com a presença de cães à distância, peça a um amigo que tenha um cão amigo, de preferência um que ele conhecesse antes do ataque, para se encontrar com você. Certifique-se de que os dois cães estão na coleira. Mantenha a reunião em um local neutro, como um parque ou quintal vizinho. Fique calmo e converse com seu cão com uma voz amigável, dando-lhe guloseimas. Não o force a interagir com o outro cão. Eventualmente, ele pode tentar cheirar o outro cão e você pode passear os dois cães lado a lado, recompensando as interações amigáveis, de acordo com a Animal Humane Society. Se possível, repita esse processo com outros cães amigáveis.

Aulas de Obediência

Se o seu filhote não mostra sinais de agressão perto de outros cães, considere matriculá-lo em uma aula de obediência, recomenda o Munster Animal Hospital. Essas aulas oferecem a você uma maneira de socializar seu cão com outros filhotes em um ambiente controlado, enquanto envolve sua atenção no treinamento para distraí-lo durante a exposição a esses outros filhotes. O treinador presente durante as sessões pode ajudá-lo a lidar com qualquer comportamento de medo que seu filhote possa apresentar. Durante o treinamento, Fido se concentrará em você, de modo que eventualmente se tornará insensível aos outros cães ao seu redor. Para um cão agressivo, encontre um especialista em comportamento animal certificado, que possa trabalhar com você com segurança para eliminar esse problema.

Considerações

Evite punir seu filhote por qualquer comportamento tímido, temeroso ou agressivo perto de outros cães após o ataque. Embora você possa pensar que isso irá desencorajar tal comportamento, na verdade tem o efeito oposto. Punição ensina Fido que a presença de outro cão resulta em mais experiências desagradáveis, como punição, gritos ou mesmo correções na guia, aumentando seu medo deles, avisa WholeDogJournal.com. Embora os parques caninos forneçam uma maneira de expor seu filhote a outros cães, esses outros cães podem não estar na coleira ou podem ser agressivos, levando a mais uma experiência negativa para seu filhote. Em vez disso, concentre-se em socializar seu filhote com outros cães cujo temperamento você conhece.

Referências

Recursos


Assista o vídeo: 5 Dicas para Não ter um Cachorro Rebelde, ADESTRAMENTO POR INSTINTO (Dezembro 2021).

Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos