Comentários

Agressão em cães: formas e razões


Se o cão mostra agressão, os donos geralmente evitam. Você acha que seu animal de estimação está bravo com você - a agressão mostra que seu amigo de quatro patas se sente desconfortável. Leia aqui como interpretar corretamente seu comportamento. Um cão agressivo não é inerentemente maligno - Shutterstock / Art_man

A agressão em cães é assustadora para as pessoas e é frequentemente interpretada como malignidade. No entanto, quando um cão mostra os dentes ou ameaça outro, é uma parte normal da interação social - e mostra que o outro animal não deve chegar muito perto. Portanto, é importante ser capaz de interpretar os sinais corretamente e não simplesmente repreender o cão por seu comportamento.

Diferentes formas de agressão em cães

Comparados aos humanos, os cães agem muito mais originalmente e são controlados por afetos. Se eles mostram agressão, isso não significa necessariamente que eles querem machucar ou até matar seus colegas. As diferentes formas deixam claro qual poderia ser a razão por trás do comportamento do animal. Em primeiro lugar, há autodefesa. Se um cão se sente restringido em sua liberdade ou acha desconfortável a proximidade de um animal agradável, ele tenta garantir seu bem-estar físico com comportamento agressivo. A situação é semelhante à agressão à proteção dos pais, na qual um protegido - filhote ou membro da família - deve ser protegido dos inimigos.

A forma mais comum de agressão canina é a agressão por competição. Por exemplo, se um amigo de quatro patas construiu um grande vínculo com um objeto, como um brinquedo, ele quer que ele pertença apenas a ele. Se for usado ou mesmo roubado por outro animal, ele quer defender seus próprios pertences - e isso se manifesta em comportamento agressivo. Mas também para garantir seu próprio status na matilha ou para se diferenciar de outros indivíduos do mesmo sexo, os cães às vezes usam os dentes ou latem.

Comportamento do cão: entender a linguagem corporal

O comportamento do cão é fortemente influenciado pela linguagem corporal. O cão quer com outros cães ...

Genes ou educação? Razões para comportamento agressivo

Em alguns cães, no entanto, o limiar de inibição para a agressão é menor do que em outros. Isso se aplica, por exemplo, a certas raças de cães de caça, uma vez que algum comportamento agressivo faz parte da norma da raça e é desejável. Esses cães, cujo pedigree é considerado particularmente ativo e ansioso para caçar, têm maior probabilidade de reagir agressivamente do que os cães da família clássicos, se forem treinados e estimulados adequadamente.

O comportamento agressivo é essencialmente baseado em experiências de aprendizado. Os animais aprendem a viver juntos pacificamente, especialmente quando lidam com espécies semelhantes. Especialmente nas primeiras semanas e meses de vida, os cães se socializam, enquanto os filhotes aprendem muito com a mãe. Eles querem sair ilesos das situações. Embora a mordida e a brincadeira estejam na ordem do dia, os cães aprendem comportamentos alternativos para resolver conflitos sem brigar.

Agressão como sintoma de doença

Porém, fatores mentais ou físicos também podem desempenhar um papel se cães pacíficos se tornarem agressivos. Por exemplo, se o amigo de quatro patas sofre de mau funcionamento hormonal, lesão, medo ou estresse, isso aumenta a disposição para a agressão. Ele percebe que está mais vulnerável do que o habitual e quer se defender. Se você notar uma mudança no comportamento do seu amigo peludo, converse com seu veterinário para procurar possíveis motivos.


Video, Sitemap-Video, Sitemap-Videos